terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Escola

Estou tendo dias bastante corridos ultimamente.
Acabei inclusive esquecendo, por conta disso, de postar aqui sobre minha "volta às aulas".
Em resumo, pra ficar legalmente na Irlanda o imigrante deve obrigatoriamente estar estudando, com exceção de casos de "workpermit", quando conseguimos o visto através do trabalho, o que é muito difícil, ou de um casamento, o que é mais difícil ainda! Rs
Ano passado estudei inglês por seis meses.
Esse ano resolvi arriscar algo novo.
Mudei de escola e estou estudando negócios.
Não se trata de um curso de graduação, que vai me conceder um diploma, mas sim de uma espécie de curso técnico, que vai me certificar em "Business Studies".
Comecei há cerca de um mês.
A primeira disciplina: Marketing.
Depois de quatro anos em Salvador, carregando Kotler pra tudo quanto é lado, tô aqui mais uma vez na companhia do dito cujo.
O curso é bem legal e ajuda também a melhorar o "listening".
Amanhã tenho minha primeira prova, em breve publico o resultado.
Enfim, por enquanto é isso.
Desejem boa sorte a seu amigo e agora business man!

Olha a pinta de Business Man do garoto!

sábado, 29 de novembro de 2008

Violão

Depois de quase um ano em Dublin e alguns shows com o violão emprestado resolvi comprar o meu!
Foi difícil acreditar que desembolsaria 515 euros algo, mas o fiz!
E quer saber? Estou muito feliz!
A viola é boa demais. Um instrumento que tenho certeza que terei pra vida inteira.
Yamaha. Leve, macia e com o som "bossa nova" que pra mim é fundamental.
Comprei on-line no www.thomann.de/ie, um site alemão que vende instrumentos musicais de primeira e com bons preços.
Aconselho pra quem está na Europa e pretende investir em música.
Segue a foto do meu novo vício.






terça-feira, 25 de novembro de 2008

Dia de Sol

É um exagero dizer que chove todo dia em Dublin.
É mentira dizer que o frio é insuportável o ano inteiro.
Me incomodo quando as pessoas dizem que aqui é sempre cinza e chuvoso. Não é bem assim!
Tudo bem que o clima não é realmente dos melhores, mas se tá afim de calor e secura vai pro sertão!
É mentira também dizer que dias como o de hoje são corriqueiros.
O céu azulzinho, azulzinho, sem uma nuvem se quer.
Aproveitei pra fazer umas fotos da cidade e mostrar que apesar de estarmos quase no inverno, temos sol sim!

O'Connell Street






















Temple Bar

















Trinity College

















Liffey

















Dame Street






















Grafton Street

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Londres






















Uma cidade única.
Megalópole.
Destino imprescindível para quem vem à Europa.
É difícil transcrever em palavras.
A cidade tem uma característica particular, um ar diferente.
Trata-se também de um centro mundial de miscigenação e cultura.
Estive lá por apenas 03 dias, mas tive a oportunidade de visitar muitos lugares interessantes.
Antes de começar a falar do roteiro um agradecimento especial a minha guia oficial, Tatá, e aos agregados, Paulinha, Kinha, Dave e Mila.


















Vamos lá.
Pra começar, os clássicos, as Casas do Parlamento e o Big Ben.

















São mais bonitos ao vivo do que nas fotos.
Na verdade, toda a paisagem ao redor os torna mais bonitos, principalmente o Tâmisa.
Em frente a essas duas referências históricas da cidade aparece o novo, o London Eye, uma das maiores rodas gigantes do mundo.
É um pouco salgado, mas uma voltinha é fundamental. A vista da cidade paga o preço.
De lá rumei para a região central da cidade, onde visitei alguns pontos turísticos a pé.
Fui à Trafalgar Square, Piccadilly Circus e Chinatown.
A Trafalgar Square é a praça que fica na frente da National Gallery, onde infelizmente não tive tempo de entrar.
Vale a pena passar lá pra umas fotos, tem umas fontes bem bonitas.
O Piccadilly está entre os mais famosos da cidade.
O paredão de letreiros luminosos é conhecido em todo o mundo.
Pra quem aprecia propaganda e tecnologia é bacana.
Chinatown é uma pequena parte de Londres dominada pelos Chineses.
Decoração característica e muita comida boa e barata.
É uma boa pedida pra quem está afim de comer barato.
A noite: Cerveja.

















É importante dizer que a cidade não para. O sol desce, a lua sobe e o ritmo continua o mesmo.
No dia seguinte, felizmente, céu azul.
Dia de conhecer Greenwish.
Pra melhorar, por que não ir de barco?
Aconselho o passeio a todos.
Cruzamos toda a cidade através do rio. Muito bonito.
Chegando a Greenwish conheci um dos mais interessantes museus que já visitei.
O National Maritime Museum.
Um verdadeiro acervo histórico da atividade náutica mundial.
15 minutos de caminhada e o observatório mais famoso do mundo.






















O ponto "0". Greenwish é imperdível!
No dia seguinte, Madame Tussaud.






















Prefiro não descrever. Só indo pra saber como é!
Saindo de lá passei rapidamente na Catedral de São Paulo.
Infelizmente estava em reforma e não pude ver muita coisa.
Enfim, Londres é nota 10.
Não sei se moraria lá, mas pra visitar é sem igual!!!

domingo, 21 de setembro de 2008

Mar a Vista

Eu não sei, que será de mim!
Eu não sei e nada me importa saber
Eu só sei, que havia um mar à vista ali
Você passou assim por mim
E eu me perdi.

Djavan

Clique aqui para ouvir a música
video

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Visita Boa!

















Eliana Lima!
Muito bom encontra-la.
Sua energia é contagiante, sempre!
Pena que tivemos poucos minutos juntos.
Mas deu pra matar a saudade e encher de inveja Lana, Mira, Lore... etc!
(Heheheheh...)
Em breve sou eu que vou na África, sua morada atual.
Visita é sempre bom.
Ajuda o coração a ficar mais tranquilo longe de casa.
A gente percebe que não está sozinho perdido por esse mundo.

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Axé

Uma experiência totalmente inusitada.
Pelo menos pra mim.
Cantar Axé.
Pois é.
Foi o que aconteceu ontem a noite na Festa Brasileira de Dublin.
Por motivos pessoais o cantor da Banda, Brunão, teve que viajar ao Brasil.
Em resumo, tive que substituí-lo.
Foi bacana.
Meio desengonçado.
Lendo as letras, pois não sabia quase nenhuma.
Tentando resgatar o suingue soteropolitano que existe em mim.
Enfim, valeu Caipirinha Band!
Seguem dois videos da noite.

video

video

domingo, 24 de agosto de 2008

Chocolate

Enfim joguei futebol pela primeira vez em Dublin.
Domingo ensolarado.
Fairview Park.
Muito bom.

















Meu time:
Joe - Chinês
Lee - Chinês
Brian - Irlandês
Tico - Brasileiro

O outro:
Dois Poloneses, um se chamava Pavel, o outro não sei.
Um francês e um Italiano.

Jogamos por cerca de 1 hora e meia.
Foi bacana.
Deu pra matar a saudade.
Fiz 3 gols.
Apesar do condicionamento físico ruim consegui jogar bem.
Domingo que vem tem mais!
Eu espero que sim...

Quadrilha

Estava faltando poesia neste blog.
E é sempre bom ter Drummond por perto.

















Quadrilha
Carlos Drummond de Andrade


João amava Teresa que amava Raimundo
Que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
Que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos,
Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre,
Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
Que não tinha entrado na história

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Berlim

Imperdível.
Uma cidade que não pode deixar de ser visitada por quem vem à Europa.
Enorme, antiga, moderna, charmosa.
Berlim reúne uma série de qualidades e características que a tornam única.
Além disso, é uma verdadeira aula de história.
Passei 3 dias na cidade e recomendo pra qualquer um.
Estive lá em meados de junho.
Excelente período para conhecer a capital Alemã.
Foram 72h de muito calor.
Bom, vamos ao que interessa: O que fazer em Berlim.
Acho que se passasse duas semanas lá continuaria sem conhecer tudo.
Mas posso falar do que tive a oportunidade de visitar.
Pra quem estiver disposto a andar aconselho o "Free Tour".
É uma instituição formada por voluntários que faz tours a pé nas principais cidades da Europa.
A remuneração deles é feita pelos turístas.
Em Berlim ainda podemos optar por Inglês ou Espanhol.
Vale a pena. É uma forma de conhecer de forma breve os principais pontos turísticos da cidade.
Fiz esse tour no primeiro dia e no segundo voltei aos lugares que mais gostei.

















Tudo começa no Portão de Brandemburgo.
Está localizado no centro da cidade e é de onde parte o Free Tour.
Foi contruído no século XVIII, pelo então regente da Prússia, Frederico Guilherme II.
Ele iniciou um processo de reestruturação da cidade na época.


















O Parlamento Alemão.
Infelizmente não tive tempo para entrar.
A fila estava enorme.
Dizem que a vista lá de cima é excelente.
Espero poder voltar a Berlim e subir lá.


















O famoso Muro de Berlim.
Melhor, o que restou dele.
Tem que ir.
Um marco histórico da divisão que o mundo viveu no século passado.


















Essa é uma catedral famosa que eles chamam de "Dom".
Não sei o que aconteceu lá, mas achei bem bonita.
Viajar tem disso também.
Às vezes é preciso simplesmente relaxar e curtir, esquecer um pouco dos "porquês".






















Como já citei lá em cima os Fredericos foram por muitos anos regentes da antiga Prússia, atual Alemanha.
Uma foto com um deles, um tio um pouco distante, digamos assim!


















Sou suspeito pra falar porque adoro barco.
Mas preciso dizer.
Se puder passear de barco pelo rio Spree, aproveite!
É excelente.
Além de curtir o passeio em si você relaxa um pouco os pés, já provavelmente doloridos, toma uma cervejinha e come alguma coisa.
Perfeito.

















Torre de Tv de Berlim.
A quarta estrutura sem apoio mais alta da Europa.
Vale a pena. A vista lá de cima é muito bacana.
O problema é chegar à torre.
Conselho: Vá de metrô até a estação mais próxima.
Eu e Bruno resolvemos ir andando. Péssima idéia.
A gente pode ver a torre de quase toda a cidade, ou seja, parece sempre que estamos perto dela.
Engano puro.
Andamos 1 hora e meia quase e nada de chegar na maldita torre!
Mas no fim foi interessante, valeu! A vista realmente compensa.


















Essa é uma das fotos tiradas do topo da torre.


















Sugiro também o Hostel onde ficamos hospedados, The Generator.
Atendentes atenciosos, quartos limpos, organização impecável.
Além de café da manhã incluso e um pub anexo.
Não fica no centro da cidade, porém, está localizado a 5 minutos de uma estação de metrô, ou seja, chegar no centro é batata.


















Não poderia jamais concluir o post sobre Berlim sem falar de uma das coisas que os Alemães fazem de melhor: A cerveja.
Ahhh...
Pra completar, barato.
O que me custa em média 5 euros em Dublin lá eu pagava 2.
Deu vontade de ficar na Alemanha!

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Hari Krishna

Manifestação Hari Krishna nas ruas de Dublin.
Aqui é bem comum esse tipo de acontecimento.
Vira e mexe tem gente na rua mostrando sua cultura.
Eu e Brunão não poderíamos deixar de registrar o momento.

video

domingo, 3 de agosto de 2008

Chuteiras

Agora domingo é dia de baba!
Enfim comprei minhas chuteiras aqui em Dublin.
É uma forma de distrair o juízo dos corriqueiros problemas de um imigrante e das saudades da terrinha.
Next Sunday, estarei no Phoenix Park batendo uma bolinha.
Alguns colegas de trabalho me convidaram.
O manto Rubro-Negro já está separado.
Torçam por mim!

domingo, 27 de julho de 2008

O Homem das Cuecas Coloridas

O despertador o acordou às 6 horas.
Era o início de mais um dia.
Chegou a pegar a cueca amarela, mas resolveu vestir a laranja.
Sem porque.
Um café preto para livrar-se de qualquer resquício de sono e 10 minutos de caminhada até o ponto de ônibus mais próximo.
O dia passou como todo dia.
Hora após hora.
Como sempre, suas mãos doiam, suas pernas também.
Aquela era uma sexta-feira, e Antônio permitiu-se uma dose.

Ela vestia vermelho.
Andava tão graciosamente que parecia flutuar.
Quando seus olhares se cruzaram tudo estacionou.
Os sorrisos encaixaram-se perfeitamente.
Na manhã seguinte Antônio vestia sua cueca vermelha.
Na seguinte, a verde.
A paixão tornava-se a cada dia mais intensa.

Em algumas semanas, Isabela já havia se mudado para a casa de Antônio.
Agora limpa. Arrumada.
Ele comia melhor.

Saiu para trabalhar como o fazia todos dias.
Mas a vida se mostrava menos amarga.
Vestiu sua cueca azul naquela manhã.
Contava os minutos para estar de volta e encontrar à amada.
A dor se esvaia diante da vontade de retornar à morada.

Ao chegar ao lar, uma infeliz surpresa.
O pacote de cuecas pretas voou pela janela antes de qualquer coisa ser dita.
Uma ofensa.
Isabela não teve a chance de explicar-se.

O amor acabou.
O romance acabou.
A mudança acabou.
Tudo acabou.

A vida seguiu amarga.
E as cuecas, coloridas.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Coisa de Apaixonar

É... Dublin inspira.
Cheguei a essa conclusão mês passado, quando às 4 da manhã de uma quarta-feira, terminei de escrever e gravei minha primeira canção composta aqui.
Aumentem o volume, a gravação está baixa.
Espero que apreciem.

video

Coisa de Apaixonar

Ela faz do cinza céu, azul num piscar
Sorriso que encanta, de Dun Laoghaire a Alah
Música de amar


Crer na ilusão, sentir a pele, o olhar
Disistir é ir em vão, fugir, se enganar
Coisa de Apaixonar

Meu querer é só poder te ver ao acordar
Te beijar e fazê-la sorrir
Ter a tua luz a clarear meu caminhar
E cantar mil versos para ti

Veio feito vento
Desvendou meu sentimento
Fez paixão brilhar da noite pro dia
Esqueço do tempo
Você faz todo momento
Ser eterno e só ser e dizer

sexta-feira, 18 de julho de 2008

New Flatmates

Há cerca de um mês estou residindo em um novo endereço em Dublin.
ISFC - Custom Harbour House - Fasnet - Quarto Andar - Dublin 01.
Um apartamento um pouco mais antigo que o anterior, mas bem melhor localizado.
Agora vou andando ao centro da cidade.
Outra coisa boa é que aqui tem TV.
Sempre que posso, nas horas vagas, assisto um pouco.
É bom pra o inglês.
Somos cinco pessoas na casa, todos baianos.
Eu e Bete, que sobramos da outra morada, Nanda, um doce de pessoa, Xande, miserê da Bahia, namorado de Nanda, e Vini, o tricolor sofredor.
A galera é astral!

















Xande, Nanda, Vini, Bete e Tico

sábado, 12 de julho de 2008

Insônia

1 a.m.
Ele chegou cedo aquela noite.
Queria dormir logo.
Fugir.
Prontamente deitou-se.
Mas as vozes insistiam em adentrar seus ouvidos.
Virou-se.
Cobriu-se.
Descoubriu-se.
4 a.m.
Os raios de sol começaram a invadir o seu quarto.
Suas palpebras, já cansadas, não resistiram.
6 a.m.
Despertou do sonho.
O sabor amargo de mais um dia já estava em sua boca.
Ergueu-se.
Agradeceu.

sábado, 5 de julho de 2008

Escócia

A partir de agora, de tempos em tempos, me dedicarei a postar a respeito das viagens que tenho realizado na Europa.

Pra começar: Escócia.

Visitei o país do "Kilt" em abril e conheci duas de suas das principais cidades, Glasgow e Edimburgo.

A Galera: Eu, Brunão, Didinha e Jonny.
















GLASLOW

Apesar de ser a terceira maior cidade do Reino Unido, oferece pouco aos turistas, pelo menos esta foi a minha impressão.
Muitos prédios, avenidas e rodovias e pouca beleza.
Dá pra notar que trata-se de uma cidade bastante comercial.
Suas ruas são recheadas de lojas, bares, restaurantes, etc.
Fiquei lá por cerca de 6 horas.
Visitei o Jardim Botânico, o KelvinGroove Park e uma rua famosa, cercada por grifes, que não consigo me lembrar o nome.
O Jardim Botânico é bacana, mas acho que seria mesmo interessante se plantas, flores ou árvores me chamassem a atenção. No final da visita já não aguentava ver mais verde.


Jardim Botânico de Glasgow
















O Kevin Park é bem parecido com os parques que encontramos em toda a Europa, se destaca apenas pelo tamanho, enorme!
A rua das grifes é bem movimentada e encotra-se de tudo por lá. É interessante também a presença de artistas de rua em busca de uns trocados.
Depois disso, já eram mais ou menos 4 da tarde e resolvemos, eu e meus compranheiros de aventura, rumar para Edimburgo.


EDIMBURGO

Acho que charme é a palavra que melhor define Edimburgo.
Uma cidade linda, cercada de história e belezas naturais.
Bem planejada, bem organizada.
Ruas que remontam séculos atrás.
Outras que evidenciam o que há de mais moderno.
Gostaria de destacar três locais que não podem deixar de ser vistos por quem vai a Edimburgo.


Eu na tentativa de transmitir o charme que contagia todos que vão à cidade.

















01. O Castelo
A mais grandiosa construção que já vi até hoje.
Foi realizada há séculos atrás e mantém sua estrutura praticamente intacta.
O interior parece uma pequena vila. Uma pequena cidade construída dentro dos muros.
Além disso, a forma como o castelo é turisticamente explorado é incrível. Muito organizada.
Os museus, incontáveis, remontam toda história escocesa.
Pra completar, uma vista indescritível de toda a cidade e sua costa marítima.
O Castelo de Edimburgo é algo imperdível para quem vai à Escocia.




















video

02. A Câmera Obscura
Um prato cheio para quem gosta de física ou é curioso por natureza.
Difícil descrever. Só indo pra saber como é.
E vale a pena!


03. O National Monument
Fica no topo de uma montanha que se extende no meio da cidade.
É preciso andar um pouco e ter fôlego na subida.
Além do monumento, que é bem bonito, a vista de toda a cidade é fantástica.
Lá de cima dá pra vê Edimburgo, as outras montanhas que se localizam ao redor da mesma e ainda o litoral!
Sem igual. O por do sol é imperdível!


terça-feira, 1 de julho de 2008

New Job

Há mais ou menos um mês mudei de emprego.
Depois de praticamente um semestre no Café Costa (http://www.costa.co.uk/) resolvi encarar um novo desafio.
Agora trabalho no Dobbins, uma empresa que organiza corridas de cachorro em Dublin.
As corridas acontecem 6 vezes por semana, de segunda a sábado, em dois estádios, Shelbourne Park e Harold's Cross.
Segue uma foto de Shelbourne.

















É cultural na Irlanda e no Reino Unido este tipo de evento.
A clientela é bastante fiel e derrama dinheiro nas apostas.
Trabalho sozinho no café da arena.
Isso é muito bom por dois motivos:
1. Tenho que me virar no inglês. Inclusive aprendi muita coisa nova desde que comecei lá.
2. Não tenho um chefe me pentelhando o tempo todo. O meu gerente normalmente só me encontra na abertura e no fechamento do caixa, pra conferir a grana.
A experiência tem sido boa.
Lido com pessoas de todos os tipos e idades.
Acreditem, os pais levam os filhos aos estádios e os encorajam a apostar!
De segunda a quarta o movimento é razoável, com alguns picos durante a noite.
Às quintas, sextas e sábados: Busy, busy, busy!
Não paro um instante. Tem momentos em que o balcão fica uma zona.
Um bocado de gente me pedindo as coisas ao mesmo tempo.
Aí é ouvir, servir, pegar o dinheiro, registrar, dar o troco e já partir pro próximo!
O detalhe é que não tem fila, ou seja, uma desordem total!
Mas tenho me virado bem.
Conquistei até a simpatia de alguns clientes, minhas gorjetas vem aumentando.
Já dá pra pagar o lanche depois da cansativa jornada de trabalho.
Não poderia concluir o post sem uma foto.
Segue abaixo. O detalhe é a fardinha, gravata e tudo mais!

















domingo, 22 de junho de 2008

Day Off = Compras = Tesco

Hoje estou ¨off¨.
Resolvi aproveitar o dia para ir às compras.
Na geladeira só me restaram duas salsichas e três “fish fingers”.
No armário: Nada.
Como todo brasileiro que já viveu, ou vive, na Irlanda bem sabe, o Tesco é o nosso parque de diversões.
É lá que encontramos os miojos de 12 cents, as latas de feijão de 25 e por aí vai…
Mas pra vocês terem uma real idéia do que estou dizendo, segue abaixo a minha lista de compras desta quinzena e os respectivos preços, em Euro, dos itens adquiridos.

















- 02 Latas de Feijão - 0,50
- 04 Pacotes de Arroz Instantâneo - 1,16
- 02 Pacotes de Macarrão/Molho Pronto Knorr - 3,82
- 01 Pacote de Purê em Pó (Acreditem, é delicioso) - 0,55
- 01 Barra de Queijo (500g) - 2,79
- 01 Cream Cheese - 1,99
- 01 Barra de Chocolate - 0,83
- 01 Kg Sucrilhos - 3,19
- 01 Lata de Atum - 0,59
- 01 Lata de Almondegas - 1,39
- 02 Pizzas - 1,50
- 01 Caixa de Fish Fingers - 2,15
- 01 Caixa de Salsicha - 2,79
- 05 Chocolates Snickers - 2,00
- 05 Latas de Seven Up - 2,00
- 01 Pacote de Pão - 0,65
- 01 Litro de Leite - 1,65
TOTAL: 29,55 Euros

















Alguns dos itens foram comprados na Loja de 2 Euros e no Super Value.

domingo, 15 de junho de 2008

Valeu!

Valeu Galera!
Valeu A24!
Valeu ISCF!
Valeu Dendê com Pimenta Produções!
Valeu Jonathan e Brunão!
Valeu Doido!

















A primeira experiência musical na Irlanda foi muito bacana!


Seguem abaixo os links pra alguns videos da noite:
É Assim que se Faz - http://www.youtube.com/watch?v=f8p2y5VpoRQ
Pensando em Você - http://www.youtube.com/watch?v=j67q_gu8fPU
Boa Noite - http://www.youtube.com/watch?v=HOWGqnFGu-c

terça-feira, 10 de junho de 2008

Sucesso Internacional!

Hoje tô passando aqui rapidinho.
Sem tempo pra postar.
Mas não poderia deixar de compartilhar com vocês uma grande novidade!
Thiago Marinho agora é sucesso também na Irlanda!






















O repertório já está pronto e ensaiado!
Torçam por mim!
"A vida já é um absurdo... Com você longe muito mais"

sábado, 7 de junho de 2008

Obrigado, Internet!

A tecnologia é fantástica.
A frase soa lugar comum em tempos de internet, iPod, BlueTooth, etc.
No entando, é nas pequenas coisas que percebemos o quanto ela se torna importante em nossas vidas.

Sem enrolação, o real motivo deste post???

















Poder acompanhar ao vivo, de Dublin, meu time no Barradão.
Ouvir os comentários da Equipe dos Galáticos e especialmente os de Edson Almeida.
Vibrar com o amigão do torcedor, Ivanildo Fontes. “Deixa comigo, torcedor amigo”
Ou simplesmente se divertir com a narranção dele... “Paparapapa, Silvio Mendes”.
Hoje tem Vitória e Santos.
Jogo difícil.
Já separei a camisa Rubro-Negra e comprei algumas cervejas.
Espero ir dormir feliz.
Obrigado, Internet, por isso!
Vixe, isso quase pareceu uma oração.
Será que um dia a gente vai parar de rezar por Deus pra rezar pela tecnologia?

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Saudades!

Resolvi criar um blog.
A idéia é oferecer às pessoas queridas, no Brasil e no mundo, novidades a respeito da minha temporada em Dublin.
Já fazem quase 8 meses que deixei o calor da terrinha, e afirmo, com a clareza e a convicção de João Gilberto tocando violão, que não resistiria por tanto tempo à distância se não contasse com o apoio da família, amigos, colegas, conhecidos e agregados.

Por aqui vocês encontrarão um mix de novidades do meu dia-a-dia e entretenimento.
Espero dessa forma ficar realmente mais perto.

Pra começar: Música.

Uma canção belíssima de Marcelo Camelo, ex-cantor, guitarrista e letrista da Banda Los Hermanos, que fala do sentimento que mais me aflige nessa terra tão distante, a saudade.
Esta canção também foi gravada por Maria Rita e Ney Matogrosso.


Veja Bem, Meu Bem
Marcelo Camelo

Veja bem, meu bem
Sinto te informar que arranjei alguém
pra me confortar.
Este alguém está quando você sai
E eu só posso crer, pois sem ter você
nestes braços tais.
Veja bem, amor.
Onde está você?
Somos no papel, mas não no viver.
Viajar sem mim, me deixar assim.
Tive que arranjar alguém pra passar os dias ruins.
Enquanto isso, navegando vou sem paz.
Sem ter um porto, quase morto, sem um cais.
E eu nunca vou te esquecer amor,
Mas a solidão deixa o coração neste leva e traz.
Veja bem além destes fatos vis.
Saiba, traições são bem mais sutis.
Se eu te troquei não foi por maldade.
Amor, veja bem, arranjei alguém
chamado saudade.

http://www.youtube.com/watch?v=NDf_A02vH_Q